Vida de boiadeiro (toada) Sidonio e Sigalla

610
Published on 18/10/2015 by Sidonio

letra

Boiadeiro que leva a boiada,
Levantando a poeira do chão.
Deixa triste a morena chorosa,
Essa é a vida que leva o peão.

Boiadeiro que vive na estrada,
Pelos campos, prados e sertão.
Toca triste a viola montado,
Sobre o lombo do seu alazão.

U ê uê uê
Vai minha boiada,
Vai meu boi Luar.

Noite fria a fogueira acesa,
Esquentando o chimarrão,
Enquanto a morena espera,
Pela volta do homem peão.

Boiadeiro vê o fim da estrada,
E vibrando de satisfação,
Por sentir sua lida cumprida,
Essa é a vida do grande peão.

U ê uê uê
Vai minha boiada,
Vai meu boi Luar.

Chapéu grande do sol se esconde,
A espora o chicote na mão,
Rédea firme conduz a boiada
u ê uê uê
O destino é o fim….a estação.

Boiadeiro vai,
Boiadeiro vem,
Pra matar a saudade,
Junto com o seu bem.

Boiadeiro vai,
Boiadeiro vem,
Pra matar a saudade,
Junto com o seu bem.

U ê uê uê
Vai minha boiada,
Vai meu boi Luar.
Vai minha boiada,
Vai meu boi Luar.

Category Tag

Add your comment

Your email address will not be published.