Quando chega a manhã (balada country) Sidonio e Sigalla

582
Published on 15/10/2015 by Sidonio

Letra:

Quando a tarde cai,
Vestindo de sombras o sertão,
Vem a lua modesta
Convidando à oração.

Tudo agora se ilumina,
No rebrilho das estrelas,
Nas águas cristalinas
De um riacho em profusão.

Quando a tarde cai,
Vestindo de sombras o sertão,
A noite se aquieta,
O violeiro, uma canção.

Então a lua se acanha,
Quando o amor começa,
Passa sem muita pressa,
Vai embora a solidão.

refrão
Quando chega a manhã,
Na preguiça do sertão,
O sol cheio de luz
Desfaz a solidão.

Quando chega a manhã,
Com toda a quietação,
É um sentimento de paz
Que invade o coração.

Category Tag

Add your comment

Your email address will not be published.