Fala sério (rock) Peteleco da Viola

326
Published on 18/10/2015 by Sidonio

Fala sério, que eu não sou menino,
Não sou severino
E nem recebo propina mensal.

Fala sério, lá o tempo está feio,
E a bomba do correio explodiu no planalto central,
E o eleitor com cara de babaca
Votou no panaca que só fez promessa
Os deputados que enganaram a gente
Cace os delinquentes que roubaram a beça
Só caixa dois no bolso deles é o que interessa, fala sério.

letra

Fala sério, dirceu é ladino,
Não sou genuíno,
Nem sou jéferson amigo da onça.

Fala sério, corrupção matreira,
Que tem silvio pereira,
Não precisa de duda mendonça.

Fala sério, até o índio reclama,
Que a culpa é do ibama,
Mas o incra acusa a funai. (aquele jogo de empurra).

Fala sério, qual é o critério pra tanto mistério,
E a terra do índio não sai.
A amazônia não é quintal do mundo,
Pra nem um vagabundo vir jogar seu lixo,
Não é lugar pra se fazer queimada,
Nem matar onça pintada ou qualquer outro bicho,
O mensalinho e o manauará é tanto lixo fala sério.

Fala sério, é tanto absurdo,
Maluf negou tudo
Com habeas-corpus na cara de pau.

Fala sério, cadê o traficante,
E a grana do flagrante,
Que sumiu das mãos da federal.
E o costa neto se deu bem de vez,
Trinta mil por mês ele recebia,
Renunciou para não ser caçado,
E deram pro safado aposentadoria,
Quem foi que disse que o lula não sabia? fala sério.

Fala sério, de olho no valério,
Acabou o mistério,
Com escândalos dos mensalões.

Fala sério, se não há critério,
Neste ministério de falcatruas e armações,
Pra mim é pt saudações.
Prendam todos os ladrões, fala sério.

Category Tag

Add your comment

Your email address will not be published.